• Leonardo Amaro

Thomas Was Alone – Jogo Indie Ganhará Versão Melhorada



Thomas Was Alone foi originalmente feito como um protótipo em Flash em 2010, criado em 24 horas por somente um programador: Mike Bithell. Quando o jogo de plataforma/quebra-cabeças começou a ganhar atenção tanto da imprensa especializada quanto dos jogadores, Bithell percebeu que era momento de expandir a temática.



Mike Bithell


O designer, que trabalha na Bossa Studios (Londres, Inglaterra), está atualmente participando do desenvolvimento do jogo Merlin – The Game, e no seu tempo livre ele foca em Thomas Was Alone.

Parecia-me que muitas pessoas estavam comentando positivamente sobre o jogo, o suficiente para desenvolver mais com os conceitos do jogo, explica Bithell. Tenho muitas ideias para criar novas interações, níveis e mecânicas que não tive chance de incluir antes. Negócios inacabados e ideias não experimentadas, o inferno para um designer.

O jogo segue um pequeno retângulo vermelho chamado Thomas, que deve superar obstáculos e alcançar uma série de portais. Gradualmente, desde o início do jogo, mais formas são adicionadas e os jogador deve organizar cada uma para criar caminhos e para que cada forma possa alcançar seu próprio objetivo.

Apesar de parecer  que o jogo se trata simplesmente de um único retângulo, na verdade ele possui um contexto mais profundo. Eu não quero entrar em detalhes, apenas digo que quanto mais o jogo progride, o jogador perceberá cada vez mais que ele está testemunhando algo maior, um evento que irá além do ‘retângulo vermelho solitário se torna menos solitário“, complementa Bithell.

O jeito o qual várias formas interagem uma com a outra através da narração, junto com uma história abrangente ao estilo ficção científica, é certamente algo notável. Comenta o designer: Eu nunca escrevi um roteiro antes, e estou realmente supreso que as pessoas estejam gostando.

O que realmente faz o diferencial em Thomas Was Alone é a narração durante o jogo, cuja voz será emprestada do comediante e escritor escocês Danny Wallace, também conhecido no ramo dos jogos por dar voz a Shaun Hastings da série Assassin´s Creed.


Danny Wallace e seu personagem Shaun Hastings (Assassin´s Creed)


Sua performance se inspirou na de Stephen Merchant, quando este personificou Wheatley em Portal 2, da Valve. Isso deu ao jogo toda uma nova dimensão que, do contrário, não tanspareceria. Eu sabia que eu queria um narração divertida que contaria a história de um jeito jovial, assim pesquisei para ter referências, diz Bithell.

E ele continua: Eu tinha tinha alguns audiobooks de Danny, e o seu tom era perfeito. Assim, comecei a escrever o roteiro com sua voz em mente. Gastei eras tentando encontrar um ator de dublagem que fosse como eu queria, até que numa noite eu apenas enviei um e-mail para a conta pública de Danny – e, por incrível que pareça, ele aceitou. Danny Wallace é um grande gamer (e ex-analista de jogos) e adorou o demo que enviei a ele.

Confira a versão prototipada em flash.

O lançamento da nova versão de  Thomas Was Alone está marcado para 30 de junho de 2012 para Windows/PC e Mac.

Fonte: [Gamasutra]

#Indie #DannyWallace #Notícias #Independente #MikeBithell #Games #ThomasWasAlone

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook - Aerolitos
  • Twitter - Aerolitos
  • LinkedIn - Aerolitos
  • YouTube - Aerolitos
  • Instagram - Aerolitos

©2020 - Aerolitos