• Leonardo Amaro

Black Friday/ Fraude…ahn???

É sempre bom entrar na internet e ver aquele enorme 70% DE DESCONTO naquele game que você quer faz tempo (alguém pensou ai em HALO 4 ou fui só eu?).

A Black Friday, algo como Sexta Feira Negra, que na verdade não tem nada a ver com a consciência negra e sim com uma referencia a uma crise financeira do país da obesidade…digo…Estados Unidos lá em 1869, é um evento criado nos Estados Unidos. Alguns dizem que foi criada para dar um bom começo para as compras de natal, outros dizem que é para garantir as metas de vendas anuais das empresas. O que importa é que é uma data onde se existe uma grande variedade de produtos com descontos.

A Black Friday começa depois do famoso dia de Ação de Graças, na quarta sexta feira do mês de novembro. É um dos maiores eventos de varejo dos EUA e acredite, dá medo. Eu participei da Black Friday em 2009 quando viajei pra Florida. Chegamos eu e mais alguns amigos no famoso Premium Outlet, um quase shopping. Nesse dia eu descobri que não é só no Brasil que a galera gosta de fila. A galera fazia filas enormes, tipo show da Lady Gaga (nem vou comentar sobre o tumblr http://filadagaga.tumblr.com/) que começavam no dia anterior! E era um monte de empurra empurra (olha a 25 de março num sábado aeee).


Coitado do balconista…


A coisa está um pouco melhor agora. Com o boom de facilidades de varejo pela internet, os sites já começaram desde 2008 mais ou menos a colocarem os descontos na web, mas os descontos eram muito maiores pessoalmente. Eu não vou esquecer de quando entrei na loja da apple e os Macbooks tinham acabado porque estavam com descontos de 70%…e eu não tinha grana nem com o desconto…ACONTECE!

Aqui no Brasil a Black Friday começou a andar por 2010 pela empresa Cupom.org, mesmo que em 2009 alguns mini sites já tinham feito descontos, mas nada muito grande nem tentando usar o nome “Black Friday”. Tudo obviamente on-line, o que não tinha a mesma força cultural que teve nos EUA. Mesmo com descontos que a gente vê diariamente, tipo 10% ou 15% e no máximo chegando a 40%, o site mandou bem nas compras e continuou nos anos subsequentes, mas esse ano as coisas parecem que estão, desculpem o termo, se abrasileirando…

Não sou anti-patriota, pelo contrário. Gosto muito do Brasil e acho que tem muita gente que fala mal por não conhecer o Brasil como deveria, mas algumas coisas nos não podemos negar e uma delas é como o brasileiro gosta de “tentar ser malandro”. Eu acho que a galera da internet já percebeu que as coisas com a Black Friday desse ano não estão como deveriam ser. É por isso que eu gosto de internet! Os sites de liquidações estão tentando passar a perna em muita gente, alguns até conseguem, mas outros a mentira é tão grande e tão estampada na cara (ou na tela) que chega a ser ridícula. Sites dobrando o preço do produto só para colocar 50%, 60% ou 70% de desconto! É pra chamar o consumidor de palhaço!

Não são todos não, mas é um BOA quantidade. Quer participar da Black Friday? PESQUISE! Não compre a primeira coisa que aparecer só porque o desconto é enorme. Uma dica? Facebook e PRINCIPALMENTE o twitter. As menções #blackfraude e #blackfriday estão bombando e a galera dá dicas e fazem ótimas piadas sobre o dia de hoje. Algumas estão aí e espero que todos prestem mais atenção e não deixem serem feitos de bobos por grandes websites de varejo por aí.

BOA SEXTA!


[<a href="//storify.com/EoMuka/olha-o-que-a-galera-ta-falando" target="" target="_blank" target="_blank">View the story &#8220;Black Friday no twitter&#8221; on Storify</a>]

#Tentandogastarmenos #BlackFriday #BlackFraude #Tweets #Descontos #Binoéumacilada

Siga-nos nas redes sociais

  • Facebook - Aerolitos
  • Twitter - Aerolitos
  • LinkedIn - Aerolitos
  • YouTube - Aerolitos
  • Instagram - Aerolitos

©2020 - Aerolitos