Você já pensou que legal que seria ter um carro que é mostrado em um filme ou em uma série que você gosta? Nesse post iremos mostrar aqueles que te deixam com água na boca, aqueles carros que quando você olha você cai pra trás de tão bonito que ele, pois é, viaje conosco vendo os Os carros mais desejados do Cinema, ou simplesmente compre um carro novo mesmo.

Vamos começar então com um mega-clássico que é realmente show de bola!

Herbie: Seu Meu Fusca Falasse.

É um Volkswagen Fusca 1963, de cor branco pérola (código VW L87), dotado de vida própria, com uma incrível inteligência, carisma e personalidade. É um Fusca desprezado que vai parar nas mãos de Jim Douglas, um piloto de corridas fracassado que, graças a Herbie, ganha confiança e começa vencer várias corridas. O Carro aparece em seis filmes da Disney sendo o mais recente  Herbie – Meu Fusca Turbinado, de 2006, teve como protagonista a atriz Lindsay Lohan.

Herbie - Se meu fusca falasse

Delorean DMC-12: De Volta para o Futuro!

É um carro desportivo produzido inicialmente de 1981 a 1982 pela empresa automobilística norte-irlandesa DeLorean Motor Company. O DeLorean DMC-12
ganhou status principalmente por aparecer na trilogia de filmes de ficção científica De volta para o Futuro. O Carro tem um papel muito importante para a história, na trama, doutor Brown (Christopher Lloyd) e Marty McFly (Michael J. Fox) usam o carro como máquina para viajar no tempo.

Delorean DMC-12 - Os carros mais desejados do Cinema!

Pontiac Firebird Trans AM: A Super Máquina!

É uma versão do Pontiac Firebird, automóvel fabricado pela extinta divisão Pontiac da General Motors. Teve seu auge na década de 1970, quando fez parte do filme Smokey and the Bandit (Agarra-me se puderes e sequências). A terceira geração do modelo ficou muito conhecida mundialmente por ter sido foi utilizada na série televisiva norte-americana Knight Rider ou no Brasil conhecida como Super Máquina. Para a nova versão da série, o Pontiac foi abandonado e substituído por um Ford Shelby GT 500.

Kitt-car

Batmovel

Esses carros aqui já podem ser um pouco mais difíceis de você conseguir comprar, pois são muito raros. O Batmóvel (Batmobile, no original) é o carro utilizado por Batman nas produções inspiradas nos quadrinhos da DC Comics. O Batmóvel aparece como meio de transporte do herói desde os primeiros quadrinhos e seriados. Fica guardado em uma das alas da Batcaverna, na Mansão Wayne. De lá para cá, foram várias produções no cinema e TV que mudaram muito os carros de acordo com o tempo. O veículo é uma marca registrada dos filmes, tão importante para os fãs quanto o visual do uniforme do próprio herói. Abaixo vemos os principais batmoveis.

A Evolução do Batmóvel

Cadillac Ambulance 1959: Os Caça Fantasmas

Ectomóvel ou Ecto-1 é a viatura de emergência dos Caça-Fantasmas. Tornou-se um símbolo da franquia, sendo usado no segundo filme, em 1989. Foram usados três Ecto-1 para as gravações. No fime, o veiculo foi comprado pelo dr. Ray Stantz pelo modesto valor de US$4.800, em péssimo estado, mas segundo Stantz, necessitava apenas consertar poucas coisas (forro, anéis de pistão, câmbio, suspensão, freios, setor-de-direção, parte elétrica, silêncioso, para-choques e outras bobagens). Devido às suas habilidades mecânicas, foi capaz de consertar o carro sozinho, sendo que o mesmo repintou (de preto passou a ser branco com detalhes vermelhos) e equipou com os dispositivos de trabalho do grupo. Um verdadeiro clássico!

Ecto 1: Os caça fantasmas

Aston Martin DB-5: 007

Em Goldfinger (1964): na terceira aventura de James Bond somos apresentados ao carro que se tornaria lenda junto com o agente secreto. O primeiro modelo era equipado com radar, laser nas rodas, assento ejetor e um sistema que girava a placa do carro. Muitos outros o seguiram, chegando ao ponto de ter um modelo que desaparecia.

Aston Martin DB5 James Bond

Plymouth Fury: Christine

Esse é tenso. O Plymouth Fury de 1959 foi possuído por um espírito pouco amigável e passou a perseguir e matar pessoas. O filme, de 1983, foi dirigido por John Carpenter, mas o roteiro foi baseado na história de Stephen King – só podia, não é? De qualquer é um baita carro lindo e nas mãos certas poderia ser muito bem utilizado.

Plymouth Fury Christine

Ferrari 250 GT California: Curtindo a Vida Adoidado

No filme, aquele carrão, vermelho e lustroso do pai de Cameron, vivido por Alan Ruck, é alvo do seu melhor-amigo, o fanfarrão Ferris Bueller (Matthew Broderick), durante o seu dia de folga. É um carro clássico de 1961 e a tensão em volta dessa Ferrari é tamanha que nós mesmos ficamos sem fôlego a cada cena que pode acontecer uma batida, ou quando os manobristas fogem com o carro do estacionamento. No final todos já sabem o fim trágico que essa Ferrari teve, realmente uma pena.

1961 Ferrari Spyder Ferris Buellers Day Off