Musica por varias vezes são usadas por nós mortais, como exemplos de sentimentos que não sabemos explicar. Claro que ai temos algumas exceções, como as músicas de Latino, mc’s e bondes que se formão todos os dias. Mas nunca darei espaço a este tipo de música aqui, então hoje escolhi falar sobre músicas que além de representarem sentimentos ainda tem como tema principal este ano novo.

Como o ano passado foi um ano de muitas realizações, conquistas e descobertas, este ano irei começar falando de uma música que não poderia ser considerada menos que mero clichê, se eu tivesse publicado antes da virada do ano,  hoje já não se pode fazer os mesmo julgamentos que antes, então vamos a música.

New Year’s Day, é a terceira música do terceiro álbum de estúdio da banda irlandesa que pode se dizer que é bem conhecida pelo mundo a fora. Tendo realizado shows e conquistado fãs por varias partes do mundo, U2 é a banda estrangeira cujo nome é mais fácil de se memorizar.

Dia de Ano Novo

Escolhi trazer esta música, e apenas esta. Diferente das três músicas que costumo trazer, pelo simples motivo de esta ser a única música que eu não achei cabível de ser posta como forma de lista ou algo assim.

Tanto New Year’s Day quanto Sunday Bloody Sunday, são músicas que mostravam muito o ponto de vista da época de seu lançamento, até porque o álbum que elas estão presentes se chama War (guerra), tirando a parte das mortes que rolavam nas guerras, o mundo não mudou tanto assim de lá para cá… Mas não irei entrar em méritos de discutir politica quando o assunto é música.

Um bom rock lite, é isto que New Year’s Day, ela é uma música que apesar dos “Oh, oh. Oh…” é legal, marcado pelo timbre igualmente marte de Bono, ela é uma música que já fez muito sucesso. Mas o que a torna marcante é sua melodia, fazendo referencia a uma batalha a ser vencida, mortes, um recomeço e o desejo, deixo a baixo, New Year’s Day de U2.

New Year’s Day – U2