Salações internauta, como você esta se sentindo neste momento?

Bom primeiramente devo me desculpar por furar com você na semana passada, mas julgo a morte como uma coisa nobre a ser respeitada, em consideração a alguém que conheci e que veio a falecer, passei três dias sem trabalhar ativamente na internet. Deixando para trás manias e tradições, hoje iremos falar sobre música, mais especificadamente sobre a banda Selvagens à Procura de Lei.

Selvagens à Procura de Lei

Por muitas vezes quando vamos ouvir alguma banda “nova”, chegamos a um esteriótipo que se caracteriza por manter um padrão ao qual muitas bandas vem seguindo, sem ligar muito para a inovação que o destaque de um som diferente na percussão ou nos vocais pode trazer.

Claro que o sucesso é um desejo que todos tem, mas vale lembrar que muitas das pessoas que acabaram por ter seu trabalho reconhecido, começaram pensando apenas na diversão e no quanto aquilo os fazia bem. Comecei lhe apresentando minha opinião porque acho que esta é uma banda que se encaixa no que diz respeito a “diferencial” do que vejo por ai.

Selvagens à Procura de Lei – ou Selvagens para os íntimos – formada em Fortaleza, Ceara. Os quatro rapazes – Rafael Martins – vocal e guitarra, Gabriel Aragão – vocal e guitarra, Caio Evangelista – baixo, Nicholas Magalhães – bateria – fazem juntos um bom rock.

 Selvagens à Procura de Lei 2

Facilmente perceptível, a banda baseia sua sonoridade nas bandas que os influenciaram – perceba que apesar dos Selvagens tomarem suas influencias musicais, sua melodia é toda trabalhada em opiniões e poesias – porque toda musica é uma bela poesia afinal.

O que acha de conferir com seus próprios ouvidos o som da banda? segue a baixo o álbum dos meninos para você curtir 🙂

Então curtiu a banda? Estou ouvindo a música deses caras a uns três dias, se você gostou comente nesta postagem, isso ajuda muito. Para quem curtiu meu texto saiba que tem muito mais destes no meu blog www.soparadesbaratinar.com.br.